James LaBrie – Static Impulse

CD REVIEW

Ciro Hiruma

Basta colocar a primeira faixa para rodar, “One More Time”, e levar um grande susto: a gravadora se enganou, colocaram o CD errado na caixinha! Que é isso, Damage Inc.? É um tremendo death metal com vocal gutural que não tem nada a ver com James LaBrie. Até que 30 segundos depois parece que tudo voltou ao normal, lá está a voz do Dream Theater e sua marca registrada. Leia Mais »

Queen – The Game

CLÁSSICOS

Ciro Hiruma

A pergunta que é: por que não escolher um clássico como A Night at the Opera, obra essencial do Queen?

Sim, este é sem dúvida o álbum mais comentado do grupo nas listas “os melhores álbuns de todos os tempos”. Afinal é uma obra-prima, perfeita do começo ao fim. Mas que tal avançar um pouco mais na história da banda? Leia Mais »

Vital World: Tetsuo Sakurai, Greg Howe e Dennis Chambers

CD Review

Ciro Hiruma

O baixista Tetsuo Sakurai atuou em duas bandas fundamentais do jazz fusion japonês: Casiopea (1976-1989) e Jimsaku (1990-1998). Após esta fase iniciou uma carreira solo bem sucedida. Em 2003, gravou o CD “Cartas do Brasil” com a participação de Ivan Lins, Djavan e Rosa Passos, mostrando seu interesse pela música do país.

Greg Howe começou como guitarrista de classic metal nos anos 1980. Um legítimo adepto do estilo shredding, que associa velocidade e técnica em doses monumentais. Mas o músico não parou por aí, visitou o jazz, tornou-se mais eclético e experimental. Foi convidado a tocar do lado de Michael Jackson, ‘N Sync, Justin Timberlake e o tecladista de rock progressivo Eddie Jobson. Leia Mais »

Black Country Communion: seguir a linha do tempo

CD REVIEW

Ciro Hiruma

“Supergrupo”. Quantas vezes esta palavra não foi usada em vão? Músicos famosos, com passagem em grandes bandas, decidem criar uma nova formação a partir de um currículo notável. E muitas vezes este projeto não funciona. 

Black Country Communion é a mais recente opção na cena musical. No vocal e baixo Glenn Hughes (ex-Deep Purple), Jason Bonham na bateria (filho de John, do Led Zeppelin), Joe Bonamassa na guitarra (tocou com Gregg Allman, Joe Cocker, Derek Trucks, Joe Lynn Turner, Ted Nugent, Steve Winwood) e Derek Sherinian nos teclados (Dream Theater, Planet X). Leia Mais »

Sting – Symphonicities

CD REVIEW

Ciro Hiruma

Ouvir um clássico do rock executado por orquestra pode ser uma experiência auditiva dolorosa. Esta proposta teve resultados desastrosos em várias ocasiões. Seja como caça-níqueis (proliferam rapidamente na indústria da música) ou álbuns produzidos pelos próprios artistas, os resultados são irregulares. Em certas oportunidades, os temas são explorados de forma bombástica, grandiloquentes ao extremo. Ou são adaptações medíocres, arranjos que transportam para a orquestra a mesma melodia básica do vocal, teclado ou guitarra sem qualquer resquício de criatividade. Leia Mais »

Iron Maiden – The Final Frontier

 

CD REVIEW

Ciro Hiruma

Quando o Iron Maiden surgiu na cena New Wave of British Heavy Metal, no final dos anos 1970, foi como se uma onda de criatividade invadisse a Inglaterra. O segredo da banda era sua constante evolução: descobrir novos rumos para a música e investir na criatividade, mostrando todo o poder de fogo e ecletismo do rock pesado.

As capas criadas por Derek Riggs e o mascote da banda, Eddie, eram uma atração à parte, especialmente para o ávido consumidor na era do vinil. Podia-se notar a série de pequenos detalhes que havia em cada ilustração, o que se perdeu com o advento do CD. Leia Mais »

Keith Emerson – Inferno

O ELO PERDIDO DA MÚSICA

Ciro Hiruma

O final dos anos 1970 foi um período difícil para as bandas de rock progressivo. A ascensão de novas modalidades sonoras, como a disco music, o punk rock e posteriormente a new wave resultou em uma grande mudança no comportamento do público e na cena musical.

Uma das bandas que sentiu este impacto foi o Emerson Lake and Palmer, ou simplesmente ELP. Grupo fundamental no movimento progressivo, formado por músicos ousados, inovadores, de imensa capacidade técnica: Keith Emerson (teclados), Greg Lake (vocal, baixo) e Carl Palmer (bateria). Leia Mais »

Dominic Miller – November

CD REVIEWDominic Miller - November

Ciro Hiruma

O guitarrista argentino Dominic Miller é bem conhecido por seu trabalho ao lado de Sting. A partir do álbum The Soul Cages (1991), o músico tem atuado em praticamente todos os álbuns e turnês do ex-vocalista do Police.

Porém, sua carreira segue muito adiante. Além de ter seis álbuns solos e dois em parcerias com os músicos Neil Stacey e Peter Carter, sua discografia se estende a participações em vários gêneros musicais. Nesta eclética galeria estão nomes de peso como Phil Collins, The Pretenders, Rick Wright, Tina Turner, The Chieftains e Level 42. Leia Mais »

Ozzy Osbourne – Scream

Ecos do passado, gritos do presente

Ciro Hiruma

O que esperar do novo CD de Ozzy Osbourne? Afinal, o vocalista aparentemente deixou para trás sua melhor fase após o CD No More Tears, de 1991. Seus trabalhos mais recentes apresentavam boas composições, mas a criatividade estava dispersa. A energia contida e dosada, longe da força maciça e explosiva dos tempos passados.

E o que pensar de sua banda, completamente renovada? Leia Mais »

Virada Cultural 2010

Palco São João (foto: Ciro Hiruma)

Palco São João (foto: Ciro Hiruma)

São Paulo – 15 e 16/05

Ciro Hiruma

A Virada Cultural 2010 foi marcada pelo ecletismo. Apostar em várias tendências culturais e oferecer ao público uma diversidade de eventos, uma excelente iniciativa da Prefeitura de São Paulo. Leia Mais »